Parte 1

Parte 3 

Parte 4 

 

Parte 2 – “Nem todas as empresas têm conhecimento suficiente sobre visualização de dados, mas é algo que faz toda a diferença na hora de o usuário do dashboard tomar uma decisão. O suporte da DP6 não é um desenho de gráficos sem saber o que as pessoas vão fazer com aquela informação, pois busca entender os objetivos do negócio e as questões estratégicas da empresa”. – Cliente DP6

A forma como você exibe ou recebe as informações estratégicas do seu negócio hoje gera insights para melhores decisões? Como mostrar em gráficos cada tipo de informação? Esse artigo traz o passo-a-passo para escolher bem os gráficos que vão contar a história dos seus dados.

É inegável a importância crescente da visualização de dados para otimizar as decisões estratégicas das empresas. Como explicado no primeiro artigo dessa série, chamamos de visualização de dados, Data Visualization ou “DataViz”, o estudo e a criação de representações visuais para dados. Atualmente, a capacidade de expor e interpretar dados estratégicos dos negócios de forma visual se tornou indispensável.

Como escolher um gráfico?

Quais são os conhecimentos mais básicos sobre visualização de dados que precisamos para escolher gráficos mais adequados para cada tipo de dado? Essa escolha terá impacto na facilidade e na rapidez que as pessoas terão para entender a mensagem que cada conjunto de dados precisa transmitir. Isso é essencial para tomar decisões de forma mais rápida e assertiva.

A primeira pergunta a ser feita para escolher um bom gráfico é: o que será mostrado no gráfico?

post2_img1_formatos

Escolha de gráficos

Adaptado de: Andrew Abela, Extreme Presentation

Para cada uma dessas formas de exibição de dados existem diversos tipos de gráficos, por exemplo gráfico de linhas, gráfico de colunas, gráfico de pizza. Escolher o tipo de gráfico adequado para os dados facilita a interpretação das informações e a geração de insights úteis, evita leituras inadequadas e decisões prejudiciais aos negócios.

Por exemplo, o gráfico de pizza é adequado para mostrar componentes de um todo, pois representa fatias que, somadas, compõem 100% da pizza. Esse mesmo gráfico não é adequado para comparar dados, pois nossa percepção de área não é tão precisa quanto a percepção de comprimentos. Caso seja necessário mostrar uma comparação de dados, é mais adequado um gráfico de linhas ou barras.

post2_img2_graficospossiveis

A segunda pergunta a ser feita para escolher um bom gráfico é: quantas variáveis, itens ou categorias serão mostradas no gráfico?

post2_img3_comparacao

Para escolher o tipo de gráfico mais adequado não basta saber se você precisa mostrar uma comparação, distribuição, composição ou relação entre os dados. Dependendo da quantidade de variáveis, pode ser melhor escolher um ou outro tipo de gráfico.

post2_img4_composicao

É importante considerar também que mais informações no mesmo gráfico podem enriquecer a leitura dos dados, trazendo contexto, mas o excesso de informações pode sobrecarregar o gráfico e dificultar a leitura.

post2_img5_distribuicao

As duas questões comentadas acima ajudam a escolher o tipo de gráfico conforme o tipo de dados. Contudo, para fazer uma escolha que realmente vai fazer a diferença em suas análises, é preciso pensar também em questões estratégicas do negócio.

post2_img6_relacao

Os melhores gráficos para o seu negócio

A primeira questão estratégica é: Quais são os objetivos do negócio e como a empresa sabe se suas metas foram alcançadas? Cada objetivo se relaciona a determinadas estratégias e táticas. Para criar um gráfico que facilite o processo de tomar decisões sobre os dados, é preciso conhecer esses elementos e os indicadores (Key Performance Indicators ou KPIs) mais relevantes para acompanhar o desempenho de cada um. Somente com esse conhecimento é possível ter certeza se os seus gráficos exibem todas as informações necessárias para uma decisão estratégica, e se todas as informações exibidas são realmente úteis.

A segunda questão estratégica é: Que tipo de decisões poderão ser tomadas a partir desse gráfico? Quanto mais fácil for interpretar as informações e escolher a ação a ser tomada, mais valiosa será a visualização dos dados. Como a representação visual pode ajudar nesse processo? Quais informações complementares são necessárias para tomar uma decisão a partir dos dados exibidos? Entender quais são as questões estratégicas envolvidas também permite destacar no gráfico o que é mais relevante para gerar insights e ações tomadas com base nos dados.

post2_img7_destaque

Como foram as vendas no quarto trimestre em relação aos outros?

A terceira questão estratégica é: Quem precisa ler o gráfico? É importante garantir que a mensagem seja entendida pela pessoa que vai ler o gráfico e que tem o poder de tomar decisões a partir daqueles dados. Isso nem sempre é uma tarefa simples, pois o gráfico escolhido pode ser mais complexo do que o seu leitor está acostumado. Uma explicação mais detalhada ou uma boa conversa podem ajudar a reduzir problemas de interpretação.

Mesmo depois de responder essas perguntas podem restar dúvidas sobre qual é o melhor tipo de gráfico. Para isso, recomendamos duas boas práticas: testar mais de um tipo para o mesmo conjunto de dados e conversar com as outras pessoas envolvidas. Afinal, não basta os dados estarem disponíveis, eles precisam ser entendidos para serem úteis!

Tem mais alguma dica para escolher bem seus gráficos? Comente e compartilhe com a gente! 

Leia também os outros artigos da série de DataViz:

BÁSICOS

  1. Desafios e tendências da visualização de dados
  2. Como escolher o melhor gráfico para meus dados?
  3. Guia de gráficos básicos
  4. 5 dicas para facilitar a leitura e entendimento de gráficos

INTERMEDIÁRIOS

  1. Por que DataViz é essencial e como provar pro seu chefe
  2. Como criar dashboards eficientes
  3. Guia de gráficos avançados
  4. Questões estratégicas para dashboards

ingrid.pino

Participa de projetos de Data Science e Data Visualization em cinco países e atua há quatro anos com Inteligência de Negócios na área de Marketing, com foco em Digital Analytics e Análises de Mercado.

ingrid.pino

Author ingrid.pino

Participa de projetos de Data Science e Data Visualization em cinco países e atua há quatro anos com Inteligência de Negócios na área de Marketing, com foco em Digital Analytics e Análises de Mercado.

More posts by ingrid.pino

Leave a Reply