Este é o segundo artigo da série “Dimensões e Métricas Personalizadas: Da teoria à ação”, focado na criação, coleta e visualizações de dimensões e métricas personalizadas e como esses recursos podem tornar a análise de dados mais rica. Para relembrar o case e como é fácil configurar as dimensões métricas personalizadas no Google Analytics, acesse o primeiro artigo dessa série.

No segundo ato dessa odisseia, vamos entender os escopos das dimensões e métricas personalizadas, como configurar a coleta para as métricas Ketchup Coin por Produto e Ketchup Coin por Transação via Google Tag Manager (GTM) e conhecer as etapas de processamento de dados do Google Analytics.

Escopos

O escopo das dimensões e métricas personalizadas determina quais hits serão associados a um determinado valor de dimensão personalizada. Existem quatro níveis de escopo para dimensões (produto, hit, sessão  e hit) e dois níveis para métricas (hit e produto).

Escopo no nível do produto

Quando uma dimensão personalizada possui um escopo no nível do produto, o valor é aplicado ao produto para o qual ele foi definido. Como vários produtos são enviados em um único hit, várias dimensões personalizadas com escopo no nível do produto também podem ser enviadas em um único hit.

Esse escopo só pode ser utilizado quando o recurso Comércio Eletrônico Avançado (Enhanced Ecommerce) estiver habilitado.

Escopo no nível do hit

Quando uma dimensão personalizada possui um escopo no nível do hit, o valor só é aplicado ao hit com o qual ele foi definido. Isso é mostrado na Figura 1, Figura 2 e Figura 3 abaixo:

robson 1

Figura 1: o usuário envia dois hits (H1, H2). H2 tem o valor CD1 igual a A. Esse valor só é aplicado a H2.

 

robson2

Figura 2: o usuário envia um terceiro hit (H3). H3 não tem nenhum valor de CD.

robson 3

 

Figura 3: o usuário envia um quarto hit (H4). H4 tem o valor CD1 igual a B. Esse valor só é aplicado a H4.

Escopo no nível da sessão

Quando dois valores com escopo no nível da sessão  são definidos com o mesmo índice em uma sessão , o último valor definido é atribuído a todos os hits na sessão . Na Figura 4 abaixo, o último valor definido substitui todos os valores anteriores para o índice:

robson4

Figura 1: o usuário envia um hit (H1) sem valor CD.

robson 4

Figura 2: na mesma sessão , o usuário envia um segundo hit (H2) com o valor de CD1 definido como A. O escopo da sessão  faz com que o valor A também seja aplicado a H1.

robson 5

Figura 3: o usuário envia um terceiro hit (H3). Embora nenhum valor de CD1 seja enviado com H3, o escopo da sessão  faz com que o valor A seja aplicado automaticamente a H3.

robson 6

Figura 4: o usuário envia um quarto hit (H4) com um novo valor de CD1, B. O escopo da sessão  aplica o valor B a todos os hits da sessão , substituindo o valor A dos hits anteriores.

Escopo no nível do usuário

Por fim, se dois valores de dimensão personalizada com escopo no nível do usuário são definidos na mesma sessão , o último valor é atribuído para a sessão  atual e é aplicado às sessões futuras do usuário.

Na Figura 2 abaixo, o valor A é aplicado a todos os hits da sessão  2, assim como uma CD no nível da sessão . No entanto, em Figura 3, diferentemente do escopo no nível da sessão , o valor A da CD continua sendo aplicado a hits na terceira sessão , pois CD1 possui escopo no nível do usuário:

robson 7

Figura 1: o usuário tem uma sessão  com três hits (H1, H2, H3). Nenhum valor de CD é definido.

robson 8

Figura 2: o mesmo usuário retorna e tem outra sessão , com mais três hits. O valor de CD1 é definido como A em H3. O valor de CD1 é aplicado a todos os hits da sessão .

robson 9

 

Figura 3: o usuário retorna para uma terceira sessão  com mais três hits. O escopo no nível do usuário de CD1 faz com que o valor A seja aplicado a todos os hits na sessão  3.

Coleta

Agora, vamos configurar o Google Tag Manager (GTM) para coletar, através da Camada de Dados (Data Layer), às métricas personalizadas Ketchup Coin por Produto (Métrica Personalizada 1/ Custom Metric 1) que possui escopo no nível de produto e Ketchup Coin por Transação (Métrica Personalizada 2/ Custom Metric 2) que está configurada com um escopo no nível de hit.

Coleta: Ketchup Coin por Produto

Para realizar a coleta de dimensão e métrica personalizada com o escopo a nível de produto precisamos ter o recurso de Comércio Eletrônico Avançado (Enhanced Ecommerce) habilitado nas vistas (views/ perfil) da propriedade. Para habilitar esse recurso, siga os passos abaixo:

Passo 1 – Acesse o Menu Administrador no Google Analytics

robson 10

Passo 2 – Selecione a propriedade e vista desejada

robson 11

Passo 3 – Selecione o Menu Configurações de comércio eletrônico

robson 12

Passo 4  – Habilite o Comércio eletrônico e produtos relacionados

robson 13

Passo 5 –  Clique em Próxima Etapa

Passo 6 – Ative os relatórios avançados de comércio eletrônico

Com esse recurso habilitado já é possível habilitar o GTM para coletar a métrica Ketchup Coin por Produto.

robson 14

Passo 7 – Habilite a os recursos de Comércio Eletrônico e utilização da Camada de Dados em todas tags de Universal Google Analytics

Dica: Utilize as variáveis de configuração do Google Tag Manager.

robson 15

Passo 8 – Implemente os eventos de Comércio Eletrônico Avançado (Enhanced Ecommerce) nos sites e aplicativos desejados

Devemos enviar o valor da métrica Ketchup Coin por Produto em todos os eventos de Comércio Eletrônico Avançado do site ou aplicativo. Para conhecer todos os eventos e como implementá-los via GTM, você pode acessar a documentação oficial fornecida pela Google.

Por exemplo, para enviarmos o valor da métrica Ketchup Coin por Produto quando o usuário adicionar um produto ao carrinho, devemos adicionar um evento na camada de dados para que o GTM possa realizar o disparo dos dados para o Google Analytics:

 

dataLayer.push({


 ‘event’: ‘addToCart’,


 ‘ecommerce’: {


   ‘currencyCode’: ‘BRL’,


   ‘add’: {


     ‘products’: [{


       ‘name’: ‘X-Bacon Triplo’,


       ‘id’: ‘H189’,


       ‘price’: ‘20.25’,


       ‘brand’: ‘Analyzing Ketchup Burguer’,


       ‘category’: ‘Apparel’,


       ‘variant’: ‘Grande’,


       ‘quantity’: 1,

    ‘metric1’: ‘1’


      }]


   }


 }


});

 

Repare que a métrica Ketchup Coin por Produto está associada a uma chave chamada ‘metric1’. Quando uma métrica ou dimensão personalizada possui o escopo de nível de produto, precisamos passar os valores via camada de dados através da chave de products para enviar os dados de forma automática para o Google Analytics.

Coleta: Ketchup Coin por Transação

A métrica Ketchup Coin por Transação só deve ser enviada no evento de finalização de compra (purchase) do Comércio Eletrônico Avançado (Enhanced Ecommerce).

Na página de finalização da compra precisamos enviar para a camada de dados as chaves que representam o evento de purchase do Comércio Eletrônico Avançado:

 

dataLayer.push({


 ‘ecommerce’: {


   ‘purchase’: {


     ‘actionField’: {


       ‘id’: ‘T12345’,


       ‘affiliation’: ‘Analyzing Ketchup Burguer’,


       ‘revenue’: ‘60.00’,


       ‘shipping’: ‘2.00’,


     },


     ‘products’: [{


       ‘name’: ‘X-Bacon Triplo’,


       ‘id’: ‘h198’,


       ‘price’: ‘20.00’,


       ‘brand’: ‘Analyzing Ketchup Burguer’,


       ‘category’: ‘Hambúrguer’,


       ‘variant’: ‘Grande’,


       ‘quantity’: 2,


       ‘metric1’: ‘3’


      },


      {


       ‘name’: ‘Refrigerante’,


       ‘id’: ‘R567’,


       ‘price’: ‘8.00’,


       ‘brand’: ‘Refrilegal’,


       ‘category’: ‘Bebidas’,


       ‘variant’: ‘300 ml’,


       ‘quantity’: 2

    ‘metric1’: ‘2’       }]


   },

totalKetchupCoin: ‘3’


 }


});

A chave totalKetchupCoin recebe a somatória de Ketchup Coin por Produto. Para enviar esse dado para o Google Analytics, vamos precisar configurar as tags para acessarem esse valor na camada de dados.

Os passos abaixo devem ser executados para as métricas e dimensões com nível de hit, sessão e transação.

Passo 1 – Acesso o Menu Variáveis no GTM

robson 16

Passo 2 – Adicione uma nova variável

robson 17

Passo 3 – Dê um nome para essa variável

robson 18

Passo 4 –  Selecione o tipo Variável da camada de Dados

robson 19

Passo 5 – Configure com a hierarquia de objetos na camada de dados

robson 20

Passo 6 – Salve a variável

robson 21

Passo 7 – Acesse a tag de Finalização de Compra e selecione o menu Métricas Personalizadas

robson 22

Passo 8 – Adicione uma nova métrica personalizada

A coluna índice deve receber o índice da métrica personalizada e a coluna valor da métrica deve receber a variável da GTM que consulta o valor na camada de dados:

robson 23

Passo 9 – Salve as modificações

Seguindo esses passos seu GTM estará configurado e pronto para coletar as duas métricas personalizadas.

robson 24

Para configurar a dimensões personalizadas a dinâmica é a mesma. A única diferença que na tag que estiver sendo configurada, selecione o menu:

robson 25

Processamento de Dados

Quando as dimensões e métricas personalizadas são processadas, o nível no escopo determina a quais hits um valor será atribuído. Esse procedimento causa impacto em como os dados serão visualizados e a forma como uma dimensão e métrica são cruzadas e analisadas dentro da ferramenta.

Próximo Artigo

No próximo artigo vamos desenvolver uma visualização para os dados coletados através do Data Studio, uma plataforma de visualização de dados que pertence a Google Analytics 360 Suite.

Para entender como o Data Studio pode ser uma ferramenta poderosa para a visualização dos seus dados, vale a pena ler o artigo Google Data Studio: A nova ferramenta de visualização de dados.

Para saber mais como o Google Analytics pode trazer vantagens competitivas para o seu negócio, entre em contato conosco, pois tenho certeza que temos a solução certa para você e sua empresa.