Principais métricas para Social Listening

Mariana Lemos

Definindo métricas

Métricas são muito importantes para diversos tipos de negócios, principalmente quando falamos do mundo digital. Elas são utilizadas para quantificar e medir dados, e ajudam muito na tomada de decisões e no monitoramento de diversas ações, proporcionado  visibilidade sobre o desempenho delas.

Para definir as métricas do seu negócio, é essencial, primeiramente, estabelecer seus objetivos da maneira mais clara possível. Dessa forma, todo o processo será mais fácil, da escolha das estratégias e táticas, até a seleção das métricas mais corretas.

Por exemplo, se um dos objetivos da sua marca for ampliar sua popularidade, você pode ter como estratégia o aumento da frequência de postagens nas mídias sociais. Para acompanhar o desempenho dessa ação, será necessário selecionar as métricas que mais se encaixam nesse contexto, que, neste exemplo, poderiam ser número de seguidores e de interação nos posts.

Social Listening

E como as métricas funcionam em Social Media? A princípio, é importante citarmos que Social Media possui dois principais pilares de análise: Social Listening e Social BI. Social Business Intelligence, mais conhecido como Social BI, é focado na análise de perfis de marcas, medindo a performance do conteúdo produzido por elas frente aos usuários, ou seja, analisando como eles se comportam em relação a esse fomento de conteúdo.

Enquanto isso, as atividades de Social Listening são focadas em monitoramento, acompanhando e “ouvindo” o que os usuários falam e como reagem sobre uma determinada marca e seus concorrentes. Mais do que isso:

“O Social Listening, por meio do monitoramento das necessidades dos usuários, pode ser usado para gerar leads qualificados, encontrar pessoas que estão interessadas em uma solução que seu produto ou serviço fornece, contribuir com sugestões de inovações para diversas áreas etc. A convivência entre empresa e públicos-alvo evolui com as interações, pode resultar em melhora na imagem ou até mesmo modificar as opiniões dos críticos.”

Leia mais sobre Social Listening acessando: http://www.dp6.com.br/o-que-social-listening-pode-fazer-por-voce/

Apesar de serem áreas com focos diferentes, elas se relacionam: enquanto Social BI viabiliza um melhor conhecimento do conteúdo produzido pela marca, Social Listening possibilita a análise de owned media – que é, basicamente, todo o conteúdo criado por uma marca, de perfis em redes sociais até artigos e blogs – visando otimização de mídia e de palavra-chave para gerar mais engajamento, sendo engajamento qualquer objetivo que a marca tenha escolhido.

Principais métricas em Social Listening

Em Social Media, de maneira geral, existem métricas quantitativas e qualitativas. As quantitativas mensuram visibilidade e suas medidas podem ser comparadas a outras mídias tradicionais, como televisão, rádio e jornal. As qualitativas mensuram influência e engajamento, e suas medidas podem mostrar muitas coisas, como o potencial e a propagação da informação no meio social; além disso, elas podem quantificar a participação nos meios sociais em atividades que geralmente não possuem relação com mídias tradicionais, como comentários dos usuários, que não podem ser medidos nas mídias tradicionais.

Em Social Listening não é diferente, as métricas são quantitativas e qualitativas, sendo as principais:

  • Volume de menções, que traz o número total de menções publicadas pelos perfis nas mídias sociais.
  • Usuários únicos, que é o volume de usuários únicos que falaram sobre determinado assunto.
  • Alcance potencial, que é a somatória do volume de fãs/seguidores dos usuários.
  • Métricas nativas das mídias sociais, ou seja, métricas específicas de cada mídia social, como RTs, Likes, Replies, Shares, Comments, etc.
  • Índices de sentimento e de reputação, que são indicadores do sentimento das menções.
  • Participação, que indica a participação de cada mídia, assunto, categoria em relação ao estudo.

Essas são as métricas mais utilizadas em Social Listening. Através delas, é possível obter dados bastante relevantes para diversos tipos de negócios e objetivos.

É válido lembrar que, como já foi dito anteriormente, métricas variam de acordo com os objetivos de cada empresa. O mais importante é que todos os pontos – objetivo, estratégias e métricas – estejam muito bem alinhados, para que os dados obtidos proporcionem análises realmente úteis tanto para o planejamento, quanto para a tomada de decisões.

Mariana Lemos

Trainee na área de Digital Analytics.

Mariana Lemos

Author Mariana Lemos

Trainee na área de Digital Analytics.

More posts by Mariana Lemos

Leave a Reply