Search Intelligence – 6 dicas de Sucesso nas Buscas

Para começarmos este post, vamos imaginar alguns cenários: Primeiro, vamos acompanhar o João (um garoto de aproximadamente 25 anos), que está lendo a sua revista Quatro Rodas e se encantou com todas as notícias sobre os novos veículos que estão por chegar no Brasil. O João está lendo a revista, porém está conectado na internet simultaneamente (alguém consegue ler uma revista hoje, sem estar na internet???) … e, querendo saber mais sobre aquele carrão, o que ele fez? Uma busca na internet, é claro! Agora, vamos deixar o nosso João (que nasceu e cresceu ligado a tecnologia) de lado e vamos acompanhar a Dona Maria, uma senhora de 50 anos, humilde, que acabou de receber uma notícia de seu médico. Sim, ela chegou na menopausa! A Dona Maria saiu do consultório, cheia de informações … chegou em casa, e, curiosa por mais informações, foi fazer uma nova consulta com o nosso famoso Dr Google! Sim, mais uma vez caímos em uma busca! E por fim, temos o Renato, um jovem executivo, bem de vida, que está assistindo o Jornal da Noite, após uma longa e cansativa jornada de trabalho, e acabou de ser impactado por uma propaganda de uma fabricante de televisores, anunciando sua nova tecnologia. Interessado no assunto, nosso jovem executivo vai para internet e … faz uma busca sobre este televisor! Este cenário não é novidade: não importa qual a classe social, idade ou sexo … tudo se resume em buscas! Segundo dados do IBOPE Nielsen Online, mais de 90% dos internautas brasileiros navegaram por algum site de Buscas em Abril/11.

A idéia deste post é mostrar como podemos nos preparar para este grande volume de buscas e obter o melhor resultado delas para nosso negócio. Abaixo, apresentamos 6 dicas infalíveis para trabalhar as Buscas com Inteligência e aumentar os resultados de seu site através dos Buscadores:

1 – Faça um planejamento

Assim como fazemos em diversas outras campanhas: TV, Rádio, Jornal, etc … para se obter sucesso nos Buscadores é necessário um planejamento bem feito, com definição de todos os KPIs de nossa campanha. Para isso, nosso primeiro passo é responder uma pergunta que pode parecer muito simples, mas não é: qual o objetivo de nosso site? Sim, como disse, parece simples … mas, já adianto que gerar visitas não deve ser um objetivo! Vamos pensar em algumas possibilidades: vendas (e-commerce), venda de publicidade (veículo), atendimento (site corporativo), engajamento (site interativo), entre outros. Com esta resposta em mãos, vamos pensar em outra pergunta: qual o meu cenário atual? Sim, métricas é imprescindível para o sucesso de uma campanha e de um site, de uma maneira geral. O que podemos entender neste item? Quantas visitas chegam ao meu site através de um site de buscas? Quais são os buscadores que trazem visitas ao meu site? Quais são as palavras-chave que estão trazendo estas visitas? O que os usuários que chegaram até o meu site através de um Site de Buscas estão fazendo nele? Converteram em uma venda? Estão se engajando? Com todas estas respostas em mãos, vamos para a última pergunta: como está o SEO do meu site? Minhas páginas estão indexadas? Meu site está aparecendo nas Buscas? Etc … Com todas estas respostas, podemos planejar se nossa prioridade é um investimento maior em SEO, saber exatamente qual o budget que preciso para uma campanha de SEM, qual a comunicação para esta campanha, etc

2 – Implemente técnicas de SEO em seu Site

Não podemos falar de Search sem falar de SEO (Search Engine Optimization). Com o planejamento citado acima, teremos as respostas de como está o trabalho de SEO em nosso site nos 3 pilares: técnico, conteúdo e popularidade. Todos eles são importantes e precisam fazer parte de um projeto de SEO. Quanto melhor o SEO do seu site, melhor o posicionamento do seu site em uma Busca. Vejamos o mapa de calor abaixo:

Nesta imagem vemos nitidamente a importância de estarmos com nossos anúncios no topo da página: seja na primeira posição da busca orgânica, seja no formato premium de um anúncio de Links Patrocinados. Este mesmo estudo, detectou que apenas 9% dos usuários que fazem uma busca, vão para a segunda página desta busca, ou seja, não podemos ter o nosso anúncio para apenas 1/10 dos nossos potenciais clientes, certo?

Um outro ponto muito importante para ressaltar é que o trabalho de SEO no site impacta diretamente o trabalho de Links Patrocinados, já que, quanto maior a relevância de nossa página para os buscadores, maior será o nosso Quality Score e, com isso, teremos uma melhor posição para nosso anúncio patrocinado – sem falar que iremos pagar menos por nossos cliques. Veja todos os pilares do Quality Score no Google abaixo:

Confiram algumas dicas importantes no post: Dicas para otimizações técnicas em SEO

3 – Faça ações Cross Media

Como vimos em nossa introdução, os Buscadores são grandes catalisadores de todas as mídias. Com isso, sempre que vamos fazer alguma ação, em qualquer outra mídia, precisamos estar apto a receber as buscas por esta ação nos buscadores. Um ponto importante, é que estas ações – principalmente quando são feitas na internet – podem ser espontâneas, ou seja, podem ser criadas pelos usuários através das redes sociais, sites, etc. Para ilustrar, veja a apresentação feita pelo Leonardo Naressi no último Proxxima, temos diversos exemplos de situações ocorridas em outras mídias (espontâneas e planejadas) que resultaram em inúmeras buscas nos buscadores – como as marcas se prepararam para isso?

4 – Analise as tendências

Muitos dizem que as buscas podem antecipar o futuro. Foi assim na eleição, no Oscar e em diversas outras situações aonde existe a escolha do público. Com a nossa marca, não é diferente. Temos diversas ferramentas que podem nos ajudar a analisar estas tendências e a obter os melhores resultados em nossas estratégias de Buscas: Google Insigths for Search – aponta como está o volume de buscas para um determinado termo, por onde estas buscas são feitas, quais termos estão se destacando, etc, Kw tool do Adwords – aponta o volume de buscas, cpc médio, etc, Hitwise – aponta para qual site os usuários estão indo ao fazer uma busca, entre outras ferramentas. Nos exemplos que vimos acima (apresentação Proxxima), temos vários dados extraídos destas ferramentas.

Abaixo, um exemplo de como podemos analisar estas tendências:

Neste exemplo, podemos ver nitidamente a evolução de tecnologia em televisores. Se você está montando uma loja para venda de televisores, deixará a tv led de fora? Este é um exemplo simples, mas que aponta nitidamente está análise de tendências que considero imprescindível para o sucesso de uma estratégia de buscas e para um site em geral.

Agora, vamos entrar um pouco no detalhe do trabalho de SEO e SEM. Se você possui uma loja que vende TV Led, é interessante saber quais estados estão buscando mais por esta tecnologia e quais os termos estão sendo mais buscados, certo? Então vamos lá …

Vemos claramente nesta busca, quais os estados com maior “adesão” a comprar a tv led e também a consolidação da Samsung nesta tecnologia. Também temos uma lista de termos que devem fazer parte da sua estratégia de SEO e da sua campanha de SEM.

Agora, vamos pensar em uma nova situação: você é dono de uma casa noturna e quer fazer um trabalho bacana em Search para as suas casas em SP e no RJ. A estratégia é a mesma? Vamos analisar o estudo abaixo:

Imagina como seriam suas buscas se você utilizasse o termo “balada” para sua campanha no Rio de Janeiro? Um desastre na certa. Vivemos em um país com grandes diferenças geográficas e precisamos entender estes hábitos regionais em nossa estratégia de Search – e não apenas isso: precisamos entender as sazonalidades, tendências, novidades, termos relacionados, para aonde as pessoas vão ao fazer uma busca, etc … isso faz de sua estratégia em Search, uma estratégia de Sucesso. Mais uma vez, a internet é movida por métricas, ignorar isso é como dirigir “vendado”!

5 – Estude a concorrência

Já falamos neste post em diversas situações em que estamos olhando para nossa concorrência para obtermos sucesso no Search: estudo de SEO, termos mais buscados, tendências, etc. O que quero falar nesta dica é: estude a sua concorrência de verdade! Vejamos a busca abaixo:

Falamos muito em posição, mas, o que é mais interessante: estar bem posicionado ou ter o melhor preço? Em qual link você faria o seu clique?

É extremamente importante acompanhar a estratégia dos concorrentes para ter sucesso nas buscas: preço, comunicação, produtos, prazo de entrega – tudo isso pode gerar uma ótima estratégia de comunicação para os seus anúncios, sejam eles orgânicos ou patrocinados. Ex. Se a sua loja possui o melhor preço do mercado e o melhor prazo de entrega, precisamos comunicar isso, certo? É como a comunicação em um PDV – precisamos conquistar nosso usuário em questão de segundos, e a abordagem é imprescindível para isso!

6 – Tenha foco em resultados

Quanto que as impressões, cliques, CTRs, índice de qualidade geram de receita para o seu site? Absolutamente nada! O que quero dizer com isso: precisamos analisar e focar no que realmente faz sentido! Ao invés de analisar o CTR, precisamos analisar as conversões, CPA, engajamento, etc. Analisar o pós-clique e não o pré-clique … analisar o que o usuário fez em seu site após o clique? Quanto paguei por este clique e quanto de receita este clique me gerou? Qual o ROI da minha campanha? … com isso em mente, certamente o seu investimento será mensurado, otimizado e a sua estratégia em Search será bem sucedida! E lembre-se … é digital, é mensurável!

Em resumo, o trabalho de Search deve ser feito com inteligência e planejamento. Agora, é só colocar as “mãos na massa” e aproveitar tudo que nossos Buscadores podem nos oferecer! Os resultados certamente serão surpreendentes!

"Vamos transformar números em $$$" Área: Head da dp6 (web analytics, business intelligence, search intelligence e buzz intelligence) Local: São Paulo Especialidade: Ser apaixonado e buscar excelência em tudo o que faz!

2 Responses so far.

  1. [...] Veja também: Search Intelligence: 6 Dicas de Sucesso nas Buscas! [...]

  2. FERNANDO says:

    Já foi o tempo em que um site era um mero cartão de visitas. Mas mesmo assim alguns empresários, culpa da falta de conhecimento, ou até(Jesus!)
    por não quererem investir em SEO, SEM. Bato sempre na tecla de que a mesma energia desprendida para fazer um loja física(no caso de e-commerce) ou site institucional,deve ser a mesma para um site.Afinal, bom posicionamento e número de visitas, também é fruto de muito trabalho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>